Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

2000

Não sei quem és, ou até sei, sinto que gostas.
Sei que andas por ai, que és um dos 2000, quero agradecer-te por me ajudares a escrever.
Sem ti não conseguiria abrir a porta, não espremeria o coração até à ultima gota,
sem ti não ficaria horas a teclar.
Apenas o faço porque sei que estas ai.
Sei que muitas vezes consigo fazer uma lágrima, descer os degraus do teu olhar, e ficar no beiral a contemplar as minhas palavras.
Sei que suspiras, que te custa acreditar que sou eu que estou deste lado, não imaginas, que deste lado existe um coração de manteiga.
Eu imagino as minhas palavras a percorrer o teu corpo e deixar-te relaxada, como um aroma a café e canela!!!
Gosto de te tocar com as minhas palavras, e quero com isso sentir o desejo de escrever cada vez mais!!!
Gosto de passear na rua, e imaginar que esse sorriso meigo que libertas enquanto caminhas, é resultado de uma leve brisa das minhas palavras.
 Gostei de chegar até aqui mas...já que me pediste com a tua leitura para escrever mais…

Nasci para mim...

Hoje apeteceu-me brincar na calçada...
Hoje apeteceu-me cuspir para o chão...
Hoje apeteceu-me dizer tudo, o que tinha fechado dentro de mim...
Hoje morri...sim hoje morri, para ti, para eles, para elas, morri para o mundo, mas...nasci para mim!!!
Nasci para tudo o que já tinha esquecido, para o verde dos campos, o som do mar, nasci para mim!!!
Amanhã serei eu, e simplesmente eu.
Serei a minha calçada, serei tudo aquilo que escondi, viverei para mim.
O sol irá nascer para mim, a chuva irá cair só para mim, será tudo eu, o meu eu.
Não tentes, viver para mim, pois no meu eu, não haverá espaço para ti.
Não vou sorrir porque tu queres, vou sorrir porque, vou simplesmente viver a sorrir, mesmo quando não estou a sorrir!!!
Quero que saibas que não me vais fazer chorar, não me vais derrotar, porque simplesmente, nada me vai derrotar, nada me vai tirar de onde eu quero estar, do local que eu escolhi, para mim, para a vida!
Sinto o fogo dentro de mim, sinto a chuva, sinto a paz, sinto tudo e n…